Naum

A se Abraão tivesse uma bola de cristal para adivinhar o futuro da sua nação, ficaria feliz pelo cumprimento da promessa pela monarquia unida sob Saul, Davi e Salomão.

Porem ficaria surpreso ao saber que a monarquia iria separar-se em duas nações distintas, que por inúmeras vezes, brigariam entre si.

Pior, qual seria a cara dele se soubesse que as duas nações seriam destruídas?

A Assíria tiraria com certeza o sono de Abraão!

A questão é:

Qual a utilidade da promessa?

Respondo: Ter cumprimento no messias, filho de Abraão e filho de Davi.

Assim entendo que a resposta de Deus não respeita indivíduos, nem nações, nem placas, nem bandeiras, nem profetas, nem pastores e nem templos.

Ela vem e pronto! É inevitável.

Tenho visto muita piadinha com o nome de Deus, de Jesus e do Espírito Santo. A palhaçada rola solta até em nosso meio fazem de Jesus o que Ele não é, mudam sua personalidade, suas mensagens a maneira como tratou as pessoas, como viveu, morreu e até como ressuscitou.

Muitos servem um Jesus que é outro, não o da Bíblia.

Eu fecho com Naum 1

“Deus não se deixa zombar”!

A hora que acabar o crédito, já era.

Através do profeta Jonas, Deus revelou a sua longanimidade, mas Naum foi usado para anunciar outro tipo de ensino, sobre as atitudes de Deus.

O exemplo de Nínive nos deixa bem claro que aquele que brinca com Deus, não deixa de receber sua paga.

Bibliografia:
EETAD – Profetas Menores

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...