Igreja, Ceia e Perdão

Bate bola do Roberto com Marcio

Na Integra:


Irmão Marcio.

Roberto, sou professor de escola dominical, fiz curso de teologia e congrego na Assembléia de Deus.

Você disse para Gislene minha aluna que a igreja somos nós, pois bem eu lhe pergunto: Como fica a Santa Ceia?

E com relação a apostila do Caio Fabio que você deixou com a Gi, falei para ela tomar cuidado com o que se lê, pois o Caio Fabio está fora da igreja.


Meu amigo e irmão Marcio.

Não o conheço, mas com todo respeito e reverencia e como corpo de Cristo, venho esclarecer alguns pontos que acho de suma importância.

Primeiro gostaria de dizer que eu e a Gi somos colegas de trabalho, e gosto muito dela a ponto de deixar uma apostila em suas mãos para maior entendimento e crescimento na Graça de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Todavia ela tem me dito que está gostando muito, porém, mostrou a mesma a você o qual a alertou para tomar cuidado com o que lê e que você disse também que se a igreja somos nós como fica a “SANTA CEIA”, pois a final eu disse á ela que a Igreja somos nós.


Admiro você dizer isso a Gi, pois ela me disse que você é teólogo, e isso é matéria básica.

Igreja vem do vocábulo grego (EKKLÉSIA) que significa basicamente “Os chamados para fora”, dando entender um grupo distinto selecionado e tirado para fora de algo.

Esse termo não é especifico no campo religioso, pois no grego clássico era utilizada para iniciar uma “Assembléia”, “Reunião”. Originalmente os cidadãos de uma cidade eram chamados mediante o toque de uma trombeta
que convocava para se reunirem como assembléia em determinado local, a fim de tratarem de assuntos comunitários; era uma assembléia de cidadãos
efetivos, e arraigava-se na constituição democrática, uma assembléia na qual se tomavam decisões fundamentais, políticas e judiciais, “UMA ASSEMBLÉIA PAGÔ.

Quando Jesus usa essa palavra em (Mat16:18) que é a única vez que aparece a palavra EKKLÉSIA nos Evangelhos, ele se refere a minha EKKLÈSIA, pois existia varias EKKLÈSIA, mas quando ele diz a minha, ele quis dizer os que me segue, o meu grupo, a minha gente, que juntos ou separados, separados ou juntos, juntos estão com a mesma consciência do evangelho da graça o qual o cabeça é Cristo.

É no sentido de natureza relacional, o organismo e não a organização.

Para Paulo o apostolo o sentido de igreja “EKKLÈSIA”, é de uma assembléia de pessoas convocada por Deus, o qual se reúne com seu povo.
Igreja “EKKLÈSIA”, nunca é designada a um prédio, como na palavra portuguesa Igreja.


Paulo se referia as pessoas quando dizia Igreja.

Exemplo:

“Saudai também a igreja que está em sua casa” (Rom 16:5).

“As igrejas da Ásia vos saúdam” (Co 16:19).

“Saudai aos irmãos que estão em Laodicéia, e á Ninfa e á Igreja que está em sua casa” (Cl 4:15).

Também em (Rom 16:1), (Cl 4:16), (Gl 1:22), (Gl 1:2), (Cl 1:18), (Ef 1:22), etc...

Poderia citar varias outras passagens que não nos deixa duvidas em relação a igreja como os que segue a Jesus, as pessoas com a mesma consciência do evangelho.

Não existi mais de uma igreja só existi uma Igreja o qual o cabeça é Cristo, e mais, nesta época não existia Igreja como nos dias de hoje modelo “Constantiniana”.

Todos nós sabemos que esse modelo de Igreja que temos hoje surge no 4°séc com Constantino Imperador de Roma.

No 1°, 2°, 3° e até a metade do 4°século, os cristãos não construíram nenhum templo cristão que a história registra.
O primeiro templo cristão que a história registra é o Santa Sofia que hoje está em Istambul na Turquia que até então na época era Constantinopla.

Infelizmente a palavra se misturou com a instituição, templo, mas o templo somos nós. “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo
(Co 6:19)”. “ O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens (At 17:24).


Acho que com todos esses argumentos são suficientes para esclarecer que Igreja somos nós.

Quanto ao que você chama de “SANTA CEIA”, eu chamo de “CEIA” não santa.

A CEIA Bíblica nunca foi santa, mas era e é um memorial, celebração, festa com mesa farta e com a lembrança e consciência do Evangelho da Graça em que estava e está tudo pago (TETÉLESTAI).

Ceia significa Mesa farta, no Aurélio (refeição), pois bem no Didaquê registra que os cristãos do 1°séc se reuniam para falar do evangelho e depois ceavam, mesa farta, comiam, bebiam, festejavam, era a tal chamada (FESTA AGAPE).

Hoje as instituições além de servir um copinho de suco de uva e uma migalha de pão aos fiéis, fazem um terrorismo em cima dizendo: “Examine o homem a si mesmo”, “cuidado”, “se tiver pecado não pode tomar o suquinho de uva e nem comer a migalha de pão”, “confessa”, etc.

O que é isso! Isso é ridículo, pior que a Jihad, eu pergunto:
Quem é digno? Se todos nós somos pecadores, como é que fica?

Não pecamos porque somos pecadores, somos pecadores por isso pecamos.

Todos pecaram e destituídos estamos da glória de Deus.

Na verdade ninguém é digno, mas em Cristo somos todos dignos.

Uma vez que Cristo derramou seu sangue na cruz do calvário por todos os homens, em Cristo somos todos feitos dignos e “SANTOS”.

E mais, no primeiro século qualquer um celebrava, batizava, não era igual hoje nas instituições, em que só alguém do clero é que pode dirigir a ceia, o batismo, etc.

E mais, essa história que só na instituição é o local adequado para tal evento não existe.

Tudo isso surgi por volta do 4°séc quando Constantino a pedido de sua mãe Helena constrói um templo e usurpa o nome de Igreja “EKKLÈSIA” e atribui ao templo, e se uni ao estado de Roma. Foi então se criando todas estas regras e dogmas religiosos inventados pelo clero de Constantino que duram até hoje, basta ler qualquer livro de história da Igreja, que se vera claramente isso.

O Evangelho de Jesus não reconhece essas hierarquias “ARISTOTÉLICAS, NEO PLATONICAS, FILOSÓFICAS que a igreja absorveu a partir do 4°século e se perdura até hoje com mais todo tipo de achismos e modismos Norte Americanos.

Pois bem, seguindo essa linha de raciocínio é lógico que eu ceio em memória de Cristo, e me reúno para falar do Evangelho.


E quanto a pessoa do Caio Fabio, lamento o irmão ter feito um comentário muito infeliz.

Pergunto:

O que você diria de uma pessoa, que adulterou e mais, para conseguir tal êxito matasse o seu cônjuge, fosse um verdadeiro sanguinário.

E depois de tudo isso ainda escrevesse poesias para ser cantada a Deus.
Pois é você já sacou de quem estou falando.

A igreja evangélica hoje adora usar esta pessoa como sinônima de sevo bom e fiel. Eu estou falando de Davi.

Talvez você pode estar pensando é velho Testamento.

Mas o que você diria de uma pessoa que traiu o Mestre uma vez, ou melhor, duas, não três e a igreja também adora usá-la como exemplo.

Acho que também você identificou de quem estou falando, o apóstolo “Pedro”.

E outra pessoa que chegasse a perseguir os cristãos a ponto de torturá-los e matá-los, e depois suas cartas serem lidas hoje nas Igrejas “Templos”, como palavra de Deus, eu estou falando do próprio “Apóstolo Paulo”.

Pois é amigo poderia citar muitos outros personagens Bíblicos que pecaram feio, e a Igreja evangélica hoje aceita numa boa. Porque pergunto?

O Caio Fabio por muito menos, muito menos mesmo, a igreja tem dificuldade de perdoar.

Mas quem podia na verdade condená-lo resolveu perdoá-lo.

Se Paulo, Pedro, Davi, Abraão, Jacó, Jonas, etc. Revivessem, não teriam lugar para eles na igreja evangélica.

E piorou Jesus, pois Jesus foi e sempre será um escândalo para os religiosos.

Pois é irmão o evangelho caminha na contra mão da religião, enquanto a religião condena, o evangelho perdoa.

Jesus disse misericórdia quero; quem não tiver nenhum pecado que atire a primeira pedra, e estas palavras que você está lendo vem de um pecador que também foi perdoado pelo Espírito do Evangelho, talvez a religião não me perdoe, as pessoas não me perdoe, mas nesse momento faço a oração do Publicano, e os céus me ouvirão.

Não diga impuro a quem Deus constituiu puro.

Se quiser conversar mais terei o maior prazer.

Sem mais: Simplesmente Irmão Roberto.


O que você achou desta matéria? passe o mouse e vote!

3 comentários:

Anônimo disse...

Vendo algumas matérias e discorrendo no blog eu fui levado a pensar e compartilhar o seguinte:
O discernimento do homem espiritual é bem interessante, ele tudo discerne, pois quando as informações chegar ao seu pensamento ele as transporta para o solo sagrado do coração e lá essa informação é decodificada pelo Espírito que o Habita e a torna em coisas boas, assim como Jesus disse que do bom tesouro do coração o homem tira boas coisas.
Quando um espiritual percebe e discerne ele quer prestigiar o corpo e as vezes esse corpo é apenas um, pois na matemática do Espírito só existe um mais um que são um, um só corpo, um só batismo uma só fé, etc...
Não é assim na matemática humana e cristã moderna, pois quanto mais se tem mais se é, tudo tem que ser carregado com a estatística e com visibilidade, sem a leveza do Evangelho que torna tudo suportável.

Outrossim, é o “Dizimo” que é alvo de tantas controvérsias pois no afã de construções e levantar impérios os homens subjugam os outros trazendo até maldições sobre os que forem “infiéis” e me respondam com verdade quem não é infiel nesse mundo?
Quando o homem é invadido pela consciência da Graça , ele tem os valores alterados em seu coração , a partir daí o “dizimo” é no mínimo 100% de si, pois se lhe pedem para andar uma milha ande duas, se pede a capa daí a túnica tbem, se tem um campo vende e dá ao necessitado, mas nunca foi sugerido dar o s 10 ou 100 % aos homens que querem fazer para si impérios, e subjugam os seus iguais.
Pensando assim sigo como alguém que não tem pátria aqui, como peregrino e tantas vezes incompreendido até pelos meus chegados, vejam que alguns até mesmo esperam um tropeçar para comemorar a “vitória” sobre os infiel (que sou eu), uma vez que já não suporto aquilo que se tornou as reuniões evangélicas, ficam espreitando e até dizem : esse vai se dar mau , outros dizem : esse se levantou contra o ungido de Deus, e a alguns que lançam pragas evangélicas, mas o que até mesmo for visto com castigo para esses, eu reputo com Gloria para Deus, pois todos quantos andaram nesse Caminho sofreram, principalmente dos próprios irmão, que elevaram a religião acima do amor.
Um beijo a todos.

Arnóbio

Cláudia disse...

O que o Caio escreve e passa como mensagem nao me é nada novo. Primeiro ouvi a Palavra de Deus por servos (como direi: carnais ) d`Ele e , depois comecei a ler a Bíblia e a meditar nela e nao tinha dúvidas do amor de Deus por mim. As dúvidas comecaram quando comecei a visitar várias "igrejas" e a observar os "cristaos". Vivo há 18 anos em Berlin e há uns 10 anos descobri aqui "igrejas evangélicas brasileiras" e as visitava e procurava participar mas : nao podia participar da Ceia porque nao era batizada nas águas , nao podia ajudar diretamente em alguma reparticao da igreja porque era desquitada , mas eu podia dar ofertas para a Obra de Deus. Quando Jesus me foi apresentato aos meus 26 anos de idade para ajudar no sustendo de minha família eu me prostituia , eu fumava, meu marido alemao era alcóolotra, meu filho era demasiadamente enfermo, morávamos de favor na casa de meus pais, e mesmo sem saber que Deus poderia fazer algo novo na minha vida , eu cri e pronto e , desde entao Ele , e somente Ele tem renovado tudo na minha vida , na minha personalidade , no meu caráter e muito mais que quem caminha com Deus sabe que Ele faz . Por um acaso , eu creia que tenha até orado por isso à Deus , me deparei no Youtube com Mensagens do Caio e até agora nada do que ouvi me é estranho, como Davi , nao me concentro em matérias difícies demais para mim , mas estas palavras eu já ouvi do Pastor Alexandre lá da Metral/RJ , das palavras e ensinamentos escrito de Jesus meu Mestre e agora do Re.Caio Fabio. Quem cre, pratique. Que o Senhor continue abencoando seus discípulos e os guardando na sua obra.Amém.

NÉLSON ARAUJO disse...

IRMÃO PAULO. DIGO QUE, COM LÁGRIMAS NOS OLHOS, JAMAIS VÍ OU LÍ ALGO TÃO MARAVILHOSO E SUBLIME QUE ESSAS SUAS PALAVRAS E ENSINAMENTOS SOBRE A IGREJA E CEIA, E SEM CONTAR A RESPOSTA QUE O AMADO DEU A ESSE QUE OUSOU FALAR DE PASTOR CAIO FÁBIO. COM ISSO ACREDITO QUE AINDA EXISTAM HOMENS COMPROMISSADOS COM DEUS E QUE REALMENTE CONHECEM A PALAVRA, MEUS PARABÉNS!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...