Stress Pastoral...



Conselhos de um amigo, ou inimigo? Você decide...

Estes dias li algumas reportagens sobre stress que tem tirado o sossego de milhares de pastores

A estatística chega a ser alarmante, mais de 60% sofre e muito com o dia a dia de compromissos intermináveis e responsabilidades altas, tanto a nível pessoal como ministerial.

Como já passei por isso, falo não como observador, mais sim como quem viveu a alegria e o medo de metas cumpridas e contas não pagas.

Apanhei bastante e aprendi algumas coisas:

1 – Nunca deixe sua ovelha te ver acima de Cristo

2- Delegue responsabilidades, divida, não queira fazer tudo sozinho.

3- Não queira ser o “pastor” de sua mulher e de seus filhos, seja amante dela e amigo deles.

4- Analise se vale a pena manipular as pessoas para cumprir as “metas”, no meu caso conclui que não vale.

5- Não tenha medo em abrir à “gaiola”, deixe o povo a vontade para ir e vir tenha em mente que a obra é de Deus.

6- Nunca destrate os pequeninos, nunca supra facções, isto é uma bola de neve, com certeza sua consciência vai doer e muito.

7- Cuide de sua saúde (física e mental)

8- E a principal: Ponha Cristo na frente de tudo o que for fazer, ainda que sua moral vá pro brejo, ainda que “igrejas” tenham que ser fechadas por falta de caixa, por falta de “empenho” seu. É melhor você pagar um preço aqui perante os donos da vinha, do que perder o mais precioso, a vida eterna!

Descanse e lembre-se: da forma como você tratar as verdades do Evangelho, será a forma como você vai sempre ser tratado por Deus.

Se você manipula as verdades da Graça de graça, a única coisa que você vai ganhar é muito stress, e isto é porque você conhece o caminho do bem e do mal.

Vá em frente e sucesso...


Biografia
Nenhuma

crédito da charge "amor": http://www.presbfabiomelo.blogspot.com/

O que você achou desta matéria? passe o mouse e vote!

3 comentários:

Anônimo disse...

Nesse mês que entra eu farei aniversário, mas é um aniversário que não tem o que festejar, pois faz um ano que não me apresento como evangélico,me envergonho do que se tornou 'o ser evangelico' pelo menos no Brasil, esse blog é carregado do que isso que falo é realidade, pois que com muita propriedade o Marcelo tem administrado esses assuntos.
Entendi que Há vida fora da instituição apartir de muitas reflexões nos textos do CAIO FABIO, um homem comprometido com o Evangelho e com o Dono da vinha, hoje me reuno com um grupo que re-le o evangelho dentro de uma hermeneutica diferente da usada pela "igreja" colocamos a Jesus como lente de leitura biblica e podemos assim ver o Evangelho saltando das paginas da biblia, isso está baseado no texto que lemos em Lucas, dos discipulos a caminho de Emaus, onde o Mestre mostra o Evangelho em toda escritura que eles tinham no seus dias, me tornei um ser incompriendido no meio que eu freguentava, alguem que não pode ser discernido por eles, os donos da religião, não tenho sido preocupação para eles, pois sou ovelha, mas na doce revolução que está acontecendo agora as ovelhas do Senhor deixam os lobos morrendo de medo rsrs, continuem assim e se vale o toque re-leiam as escrituras com esse foco : Cristo é o cumprimento das escrituras e levem esse conhecimento para a vida , para fiora do arraial como diz em hebreus 13 , levem o vituperio de Cristo e não se fixem em lugares mas sim em vidas. Um beijo a todos e vamos caminhar.

Arnóbio

SOLON DINIZ CAVALCANTI disse...

Estou no doutorado em psicologia, e a tese que busco defender é justamente o estresse pastoral. Gostei muito do post, e será muito útil se tiver acesso a pesquisa referida. Pode me ajudar? O meu e-mail é pastorsolon@hotmail.com
Obrigado, fique na paz.

Marcelo e Eunice disse...

Olá Pastor, boa noite

A Paz

Esta pesquisa eu li na época na revista Eclésia, vou dar uma procurada no baú para ver se acho e te falo
Se não me engano era uma edição do primeiro semestre de 2008 : (

Abraços

Marcelo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...