Porque o nome Caminhando na Graça, de graça?

O antigo testamento nos conta a história de um povo que era conhecido por uma característica especial: Caminhavam muito.

Um povo escolhido por Deus, incentivado por Ele a caminhar e despojar-se de planos pessoais.

O novo testamento nos conta que Jesus, o dono de tudo, não parou em um canto qualquer, mais cumpriu tudo, até o final Ele caminhou.

Isto hoje nos parece estranho, mais a idéia do nome Caminhando na Graça, de graça, vem do sonho que temos em viver exatamente como um dia foi ordenado por Ele.

Caminhar é necessário, quem para, enferruja, fica preso nos seus próprios medos.

Caminhar é ousar, é ter vontade de realizar, aproveitar bem o tempo, viver intensamente cada instante.

Caminhar é ser despojado, não ter medo de perder a pose para mudar.

Caminhar é não ser omisso opinar, questionar, mais principalmente respeitar as diferenças.

O complemento que colocamos “de graça” foi para provocar um choque, e olha que conseguimos afinal hoje, tudo é associado à grana, ou uma gama infindável de produtos.

Quando começamos a falar que tudo já estava pago, chocou muita gente, até hoje as objeções não param de surgir.

Engraçado que não fazem nenhuma objeção sobre a mudança nos objetivos das igrejas, fingem não ver nada para manter as aparências, não opinam e não sugerem o que tem vontade, simplesmente porque no fundo sabem que nunca serão ouvidos, sabem que se encherem muito os “ungidos”, vão acabar sendo taxados de rebeldes e ficarão em um belo banco ou serão convidados a se retirarem.

E isto para nós não é caminhar na Graça, sabemos que existem líderes e pastores sérios, estes são aqueles que abrem o dialogo para debater os problemas sem radicalizar.

Como é bom participar de uma igreja sadia, uma comunidade em que as pessoas se tratem com respeito, amor e sinceridade, onde os abusos são evitados, onde os lideres usem menos técnicas comerciais para instruir seu rebanho, onde a igualdade seja praticada não só de boca mais em verdade.

Conhecer Cristo é aprender a amar, vivendo a palavra não de uma forma estática, mais se envolvendo com Ele de forma sincera e simples.

Levar nossos leitores a uma reflexão sobre os verdadeiros valores da Bíblia, tem nos alegrado, pois para nós, Ela basta!


Marcelo & Eunice

Um comentário:

Roberto disse...

Caro amigo Marcelo, não querendo ser formal e falando sempre o que eu penso com muita verdade, gostei muito do seu comentario de capa, mas só tem uma coisa, me mostra onde esta essa igreja que não é igreja mas sim um templo, que seja sadia, que as pessoas se tratam com sinseridade, respeito, amor, sem abusos por parte dos líderes, e tenha igualdade na comunidade, que eu quero ir para ver e até frequentar.
Irmão como eu gostaria de conhecer, mas infelismente não existe!
No ambiente da religião, ou seja, do "Ismo" seja ele qual for começando pelo cristianismo, isso é utopia.
Você pode até tentar mas vai se cansar, pois não vai achar.
Falo isso não querendo ser pretencioso, mas porque é fato.
Agora eu sim conheço um lugar com todos esses quesitos.
É na vida.
Na estrada da vida se encontra tudo o que você falou e muito mais.
Podemos sitar até os índios, como forma de comunidade que vivem em comum de fato, em amor de fato, são sinseros, não cometem abusos,etc...
Em matéria de evangelho os índios da um "BANHO" nos evangélicos, sem saber o que é evangelho.
Valeu meu irmão, pense nisso.
Roberto ICP.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...