Diploma do Dizimista assinado por Gezuz



No caso da condenação da Igreja Universal do Reino de Deus pelo Tribunal de Justiça de Minas por explorar um portador de déficit mental, passou despercebido um detalhe revelador do quanto são enganadores os pastores dessa seita.

Do zelador Edson Luiz de Melo, os pastores tiraram tudo que puderam.
Além de entregar todo o seu salário à seita, ao longo de anos, Melo emitiu cheques pré-datados e deu o dinheiro da venda de um terreno.

Em troca, o zelador recebeu um diploma de dizimista assinado, veja só, pelo próprio Jesus Cristo, o "abençoador", que, aliás, observe na reprodução acima, caprichou na caligrafia. A informação é do portal mineiro Uai.

O diploma transcreve Malaquias 3.10-12, que, entre outras coisas, diz “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimentos na minha casa”.

Se isso não for charlatanismo então alguém me diga o que é.

O que houve com Melo, que acabou sendo afastado do serviço por causa do agravamento de sua doença, foi ao contrário do que promete o diploma de dizimista.

Como dava tudo que tinha à Igreja Universal, faltou-lhe dinheiro inclusive para compra de remédios.

O Ministério Público deveria enfrentar a Igreja Universal, porque não se trata apenas de um caso, do zelador Mello. Existem outros. É só apurar um pouco, que eles aparecerão aos montes.

Créditos: pavablog.blogspot.com


Opinião do Blog:

Antigamente tinha na televisão um programa que fazia alguns "milagres", o ministério público foi atrás e tirou o programa do ar punindo criminalmente os responsáveis pelo show.

Na época eram poucos os programas evangélicos na tv, os que tinham eram mais discretos e focava mais Cristo do que outros temas.

Hoje da nojo de ver o que rola, o povo sedento correndo atrás de solução rápida e os lideres sabendo disso manipulam a massa da forma que bem entendem, obtendo assim muita grana para realizar seus sonhos aqui e agora!

Mudaram completamente sua opinião, o que antes era heresia, virou moda e necessário para a sobrevivência dos grandes ministérios.

Surge então novas igrejas, que ao invés de aproveitarem a liberdade para fazerem a diferença ensinando a Verdade e a Graça, caem no mesmo erro, da barganha e da mentira.

Fica duas sugestões para o ministério público:
1- Identifiquem quem são os curados (aquelas pessoas que dão testemunho perante as câmeras)
2- Verifiquem a veracidade destes testemunhos inclusive dos laudos e exames.

Cremos na Bíblia assim cremos no milagre, porém normalmente quando marca-se hora para que isto ocorra, não ocorre!

Deus não é fantoche, ele não bate cartão, não cumpre metas e não esta nem ai para a falsa "moral" implantada para dominar as pessoas a fim de obter as mais absurdas vantagens.

O que nos consola é saber que a vida passa para todos, seja rico, pobre, branco, preto,etc...

Todos descerão a sepultura e pode até descer com um terninho bonito, um sapato prada um rolex no braço, mais perante Deus, olho no olho, tet a tet, o bicho vai pegar, não vai ter desculpinhas, não vai ter recibinho de dizimo, carteirinha de apóstolo, curriculum de proezas e obras, naquela hora muitos vão descobrir que os fins não justificam os meios.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...