IGREJOLAS




A grande maioria das pessoas está em busca de solução para os seus problemas, uma vida melhor, vida de paz, sem problemas, sem doença, mas são avessas às exortações, às recomendações de santificação; estão buscando pão como nos dias de Jesus.

Hoje existem algumas igrejolas que oferecem a essas pessoas exatamente aquilo que elas necessitam (querem). E se você repreende alguém, recebe esta advertência: “Veja o bem que estou recebendo! Se me faz bem, deve ser de Deus!” Ou seja, se traz sucesso, solução, fez-me mudar de vida e traz felicidade, deve ser de Deus.

O interessante com essas igrejolas é que o modo como vem a “bênção”. Eles ensinam que se você obedecer a uma fórmula, pré-estabelecida, a bênção virá, a felicidade, a paz, a cura.

Geralmente essa formula é algo que envolva um pastor super ungido, o “seu pai” espiritual que intercede por você a Jesus, ou algo relacionado a dinheiro. Sempre são fórmulas alheia às Santas Escrituras.

Geralmente a idéia de uma visão que alguém teve, e daí são elaboradas o sistema. Elas podem até citar as Escrituras, mas ao acaso, texto fora do contexto, e isso são transformados em pretexto. Uma fórmula mágica.

Outro aspecto que é característico de uma igrejola que está a fim de transformar você numa pessoa “estranha” é o testemunho pessoal.

O que os bispos, pastores, apóstolos destas igrejolas falam é sobre sua vida, o que era e o que são agora. Que eram assim até entrarem para esta “igreja”, o seu problema está resolvido.

Não ensinam as doutrinas fundamentais do cristianismo. Enfatizam apenas uma fórmula.

Vejam que eles, ao enfatizarem seus testemunhos, começam com eles e terminam com eles, e não com Jesus como Senhor, apesar de citá-lO.

Eles enfatizam apenas o que é prático. Negligenciam a doutrina.

Nesta linha de pensamento, outra característica semelhante das igrejolas é que elas oferecem a CURA, a BÊNÇÃO, “imediatamente”. Já notou isso? É o método do “atalho”, e por isso conseguem tantos adeptos.

Qualquer coisa que ofereça “atalhos” espirituais não é cristianismo da Bíblia. Mas as igrejolas perguntam: “O que você está precisando? Qual o seu problema?” E responde: “Venha. Nós podemos ajudá-lo”. E oferecem o remédio barato, fácil e rápido. Saúde, cura física, a bênção que soluciona todos os seus problemas.

Mas o método do Evangelho é muito diferente. A primeira coisa do Evangelho é o CONHECIMENTO DE DEUS. Está é a grande mensagem da Bíblia.

Abomino as igrejolas, abomino pastores, bispos, apóstolos, pessoas que estão fazendo isso nas igrejolas.

Elas não passam no teste que é a Pessoa de Cristo.

Todo movimento ou ensino que não faça do Senhor Jesus Cristo e Sua morte na cruz e Sua gloriosa ressurreição, uma necessidade absolutamente central, não é cristã e sim manifestação das “astutas ciladas do diabo”.

Ou seja, qualquer ensino ou movimento que diga que você pode Ter esta ou aquela benção sem primeiro crer no Senhor Jesus Cristo como o Filho de Deus, como Salvador de sua alma e Senhor de sua vida, e que sem Ele você não é nada, é uma negação das Escrituras, do cristianismo.

Não há acesso a Deus, não há conhecimento de Deus como Salvador e Libertador, exceto por meio de Cristo. As igrejolas são um insulto a Deus, a Jesus Cristo, não têm direito de existir. Se você acha que Jesus não é suficiente, e que deve ir após as igrejolas em busca de ajuda e “bênção”(cura, prosperidade…), você O está negando; você O está insultando.

A fé que sustentou, fortaleceu e abençoou os santos no transcurso dos séculos, e que tem resistido a todos os testes que se podem conceber, é suficiente. Você não tem necessidade de seguir alguma idéia nova, moderna, que só passou a existir no século passado, ou neste.

créditos: fazendo a vontade do Senhor

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...