Fuja do sectarismo

Por: Blog do Crenatos



É a adesão a um líder, a uma fé, a uma doutrina política, adesão firme e cega, até as últimas conseqüências, mesmo absurdas.

Tem muita semelhança com o fanatismo e compromete o bem-estar social, através da perseguição ou intolerância dos seguidores e do abandono do bom senso, dos valores, direitos e deveres do cidadão. É o impulso passional que move o indivíduo, não a razão. Traz a conotação de espírito de seita, alimentado pelo ódio.


Onde nos pode levar sectarismo

No dia 18 de novembro de 1978, ocorreu uma das maiores tragédias com motivação religiosa de todos os tempos. Naquela data, 909 seguidores da seita Templo do Povo, comandada pelo fanático James Warren Jones (o Jim Jones), cometeram suicídio coletivo na comunidade agrícola conhecida como Jonestown, na Guiana.

Atraíndo-os com promessas de uma vida melhor, Jones começou a reunir seguidores – em sua maioria, pessoas pobres e marginalizadas, muitas delas negras, visto o estado de marginalização em que vivia os negros no EUA nos anos 70.

Levados a viver no isolamento, sem qualquer contato com o mundo exterior, numa vila chamada Jonestown, na Guiana, sob pena de castigos que podia chegar a espancamentos públicos. Era absolutamente proibido opinar acerca das regras estabelecidas e uma das rotinas obrigatórias eram as longas pregações do líder e obrigados a satisfazer todos os caprichos deste.

O mundo só tomou conhecimento de que algo de muito grave acontecia na América do Sul quando o congressista americano Leo Ryan em vista à Vila foi procurado por fiéis que desejavam desesperadamente sair dali, o deputado conseguiu transporte aéreo para levar um grupo de volta aos Estados Unidos.

Antes do embarque, contudo, os homens de Jones mataram todos a tiros numa emboscada foi executado durante uma visita à seita.

Como tal fato não ficaria encoberto ao mundo, Jones ordenou que seus seguidores cometecem suicídio. 909 pessoas mortas, mais de trezentos eram crianças.

O corpo de Jones foi encontrado junto ao de seus fiéis, com um ferimento a bala na cabeça.

Foram mais de 900 mortos. Uma carta anônima, escrita por um membro da seita pouco antes de morrer, resume os momentos finais. "A escuridão paira sobre Jonestown em seu último dia na Terra".





Irmãos orai e vigiai.


Falsas doutrinas, de falsos líderes, tem levados muitos à morte espiritual

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...