Cachorro loko...



Transito parado, aquela fila de carros, você passando no corredor, adrenalina sobe a mão pesa no acelerador a motoka fica leve você sente-se no controle, parece que a gente cresce atrás do guidão....

Dai pra frente à diversão é garantida, quanto mais trânsito, chuva e obstáculos mais emocionante é!

Mesmo sabendo que morrem duas pessoas em média (só na capital) e dezenove no país (por dia) a galera abusa, já perdi tantos amigos em acidente de moto que já perdi a conta...

Uma certeza toma conta de todo motoka, "comigo nunca vai acontecer", o tempo passa, a experiência vem, e junto à ousadia de manobras nunca antes pensadas...

Um dia descobrimos que o poste não é de borracha, o chão não é colchão e que a dor dói mesmo e muito...

Nós somos assim, sentimo-nos imunes a problemas principalmente se nenhum imprevisto acontece no decorrer de nossas vidas, nenhum acidente, doença, dificuldade financeira, etc...

Passam os anos, envelhecemos e descobrimos que nenhum de nós poderá escapar de uma divida chamada morte.

Mesmo assim não queremos desacelerar, já acostumamos passar horas no trabalho na igreja e deixarmos para traz coisas tão simples como, por exemplo, perder uns minutos em um banco de parque, chutar umas ondinhas na praia, caminhar de mãos dadas com a pessoa que se gosta, gargalhar, empinar uma pipa, brincar, ir ao cinema, teatro, etc...

Nóis capota mais num breca, queremos sempre mais (o mais rápido possível), bens, status, grana, sentimo-nos no controle, crescemos, e no final vemos que os atalhos pouca paz trouxe aos nossos corações.

Quem se lembra daquele filme Click? Que o rapaz querendo conquistar sucesso adianta o tempo, no final descobre quanta coisa legal deixou de fazer, quantas pessoas desprezou e magoou uma vida jogada no lixo em troca de grana e poder.

Nesse filme o rapaz teve uma última oportunidade, às vezes o chão não nos dá este privilégio...

Se você é um daqueles que acha que o mal nunca vai bater no seu arraial, amem, continue nessa fé, porém não despreze a vida o amor a paz que o Senhor pode lhe dar...

Essa paz vai além de nossos entendimentos, é a paz da liberdade de consciência, pensamentos e propósitos.

Sempre brinco que dentro de nós existe um chip já programado por Deus que nos alerta sobre o mal, decisões que tomamos que no ato sentimos que estamos optando pelo caminho errado, mais afinal se não nos prejudicar faz de conta que é bom.

Tipo se prejudicar meu próximo, mais eu sair bem ou ficar "protegido" por avalizar uma decisão, fecho os olhos e concordo. (Já vi tanto isto em reuniões de obreiros)

Então irmão, desacelera, se for pro chão olha pra cima, o Senhor é contigo, evite corredores e por a mão pesada sobre seu próximo, evite manobras arrojadas com a Palavra Santa, isto vai te levar ao inferno, (de forma rápida ou demorada) após a morte você sabe que não terá como voltar à fita e apertar o play novamente.

Ative o chip do bem que Deus colocou em seu coração, descubra a paz de consciência, aprenda separar igreja instituição da Santa Igreja lavada e remida pelo sangue de Cristo.

Você sabe o que é mal e desagrada a Deus, melhor você desapontar ao homem e seus planos do que Ao Senhor que é o único que pode te dar a vida eterna, não se preocupe se sua reputação for para o brejo, amigos te deixarem, familiares te ignorarem o importante é você não voltar atrás, para aquela época que ser falso e aproveitador era normal em sua vida.


Marcelo e Eunice

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...