IURD e MUNDIAL SÃO SEITAS ?



Foi noticia em vários blogs parceiros a decisão do Supremo Concilio Presbiteriano:

A IURD e a MUNDIAL são seitas, e aqueles que lá estão caso queiram ir para uma igreja Presbiteriana tem que fazer novamente sua confissão (ou profissão) de fé e até se rebatizar.

O pessoal delirou, quantos comentários de alegria e satisfação, afinal agora a IURD e a MUNDIAL são seitas e os irmãos que lá estão são os patinhos feios da vez!

Quanta hipocrisia, como se a galera das igrejas tradicionais fossem os mais corretos do curral, parabéns ao Concilio Presbiteriano pela iniciativa em se manifestar, (alias todas as igrejas sérias deveriam fazer o mesmo) sobre a doutrina herética da IURD e MUNDIAL, agora meus pêsames por complicar ainda mais a vida daqueles que são esfolados lá e quando decidem mudar de igreja são descriminados.

São iniciativas como esta que ao invés de atrair pessoas para Cristo às espanta e faz com que se sintam acolhidas e protegidas onde estão, pra que mudar para uma igreja que já te persegue antes mesmo de você chegar lá?

Conheço muitos irmãos na IURD e na MUNDIAL que são mais convertidos que qualquer membro da igreja que pertenço ou de qualquer igreja tradicional, o fato dos lideres da IURD e MUNDIAL pisarem na bola não significa que os irmãos que lá estão fazem o mesmo.

Como pastor, sei que devemos conhecer melhor as novas pessoas que conosco vem cooperar, entender e respeitar a história de cada um faz parte deste “acolhimento”, orientar biblicamente também e isto é a única coisa que vai fazer com que a pessoa comece a praticar uma fé pensada

Daí pra frente, no caminho, com calma de forma serena e tranqüila a Palavra mostrará no intimo deste irmão o que realmente ele deve fazer.

Se for para se rebatizar, reafirmar seus votos, sua confissão de fé, assim ele fará.

Mais nada imposto, aliás, esta tática os irmãos da IURD E MUNDIAL já conhecem muito bem e inclusive este pode ter sido um dos motivos por qual saíram de suas igrejas e lógico que não vão querer ir para uma igreja aonde o sistema é o mesmo.

Fica nossa sugestão para o supremo concilio presbiteriano, que reavaliem seu veredicto sendo um pouco mais flexíveis com nossos queridos irmãos.

Obs.: Gostamos muito da igreja Presbiteriana, aliás, o pessoal até nos apelidaram de assemblerianos, até este post só temos bons amigos por lá e esperamos que assim continue...

Na Fé e pela inclusão de todos

Marcelo e Eunice

Obs. Entenda igreja por instituição

3 comentários:

Filósofo Calvinista disse...

Caros irmãos:

A recomendação da IPB sobre as referidas igrejas são orientações apenas internas e para os conselhos das igrejas. Essa decisão foi tomado após criteriosa análise das crenças e práticas dessas igrejas.

Não sei quanto aos irmãos, mas eu não quero ser mais contado como "farinha do mesmo saco", juntamente com essas igrejas.

Por que a IPB nunca disse isso sobre a Assemblía de Deus, por exemplo? Claro que as discordâncias teológicas são enormes, porém, no que há de essencial na fé cristã, pensamos de forma semelhante.

Essas igrejas (se é que se podem assim denominar, pois mais parecem um grande consultório psiquiátrico), são qualquer coisa, menos igrejas que se preocupam com a pregação do evangelho e com a realidade espiritual das pessoas. Percebem: sua pregação está centrada nas coisas materiais.

Quem quiser ter acesso aos documentos originais da IPB sobre esse assunto, postei em nosso blog:

http:\\filosofiacalvinista.blogspot.com

Tudo de bom!

Ezequias Anacleto disse...

Acorda igreja! Ainda tens uma chance!

Estamos próximos de mais um pleito eleitoral, e como bom cidadãos acompanhamos a euforia dos canditados, no intuíto de entender o que podem oferecer-nos como futuros representantes públicos.

Muitas campanhas, promessas, embates, críticas, debates e notícias e mais notícias sobre os canditados.

Leia no Blog http://consistenciacrista.blogspot.com/

Que Deus continue usando-o na Blogosfera!

Ezequias Anacleto

pastor M. G. Anselmo disse...

Graça e Paz queridos irmaõs,
Penso que a iniciativa da Igreja Presbiteriana em considerar as "igrejas" mencionadas como seitas é uma atitude corajosa e necessária diante de tantos erros e devaneios doutrinários propagados por tais grupos. Mas concordo convosco com relação a aceitação como membros pessoas advindas destas "igrejas".
Sei que são o zelo e a proteção do rebanho que produzem atitudes como essa e a princípio sãó úteis, e veja que isso já ocorre a muito tempo em muitas igrejas tradicionais (Batistas) com irmãos vindos de igrejas pentecostais. Mesmo com o respaldo e justificativa do zelo e proteção, essas atitudes muitas vezes quando aplicadas sem critério e discernimento machucam e ferem irmãos que quando foram batizados estavam convictos da salvação em Cristo Jesus e renegar isso traz profundas feridas. Já presenciei alguns destes casos e certamente não produzem nenhuma edificação. Casos que sejam realmente necessários devem ser tratados e a concordância (sem pressão ou imposição) por parte dos que serão batizados é fundamental. Qualquer outra postura é no mínimo lamentável e não cristã.
Forte abraço,
Em Cristo,
Pr. Magdiel G Anselmo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...